top of page

Resenha: “Kimi no na wa” (Your Name)

Nesta semana, a animação “Kimi no na wa” (Your Name), dirigida por Makoto Shinkai, será exibida em alguns cinemas da rede Cinemark. Na cidade de Belo Horizonte-MG, a única sessão do longa japonês será exibida no cinema do Pátio Savassi, no dia 17 de outubro de 2017, próxima terça-feira, às 19:00h. Em outras cidades, as informações sobre as sessões podem ser consultadas no site da empresa: www.cinemark.com.br

Por que “Kimi no na wa” ganhou (ainda que pouco) espaço no cinema brasileiro? Primeiramente, pela grande expectativa que gerou no público global em razão da excepcional qualidade da animação (comparável ao estilo Hayao Miyazaki) e da sincronia apresentada entre os protagonistas, que chegam a pronunciarem juntos o título do longa. Outra longa do diretor Makoto Shinkai, “5 Centímetros por segundo” está disponível no Netflix, tendo obtido grande sucesso entre o público de animações japonesas lhe garantindo uma fama que precede suas obras.




Embora possa parecer cliché em um primeiro momento, o enredo gira em torno de um garoto de Tóquio, Taki Tachibana, e de uma garota do interior, Mitsuha Miyamizu, que acabam trocando de corpos ocasionalmente e por razões sobrenaturais. Depois de várias situações inusitadas, em uma tentativa de compreender o que acontece com seus corpos, e depois de conhecerem um pouco mais sobre a vida do outro, ambos decidem conversarem entre si quando voltarem aos seus corpos originais, não fosse por um detalhe: não conseguem guardar o nome um do outro (não, não adianta escrever).




Um dos pontos fortes da animação encontra-se na sua verossimilhança, apesar de tantos elementos sobrenaturais, uma vez que toda a sua ambientação foi cuidadosamente elaborada. Os cenários utilizados no longa são reais, o que possibilitou aos fãs reconhecerem de prontidão várias das localidades vistas na animação, como as do link a seguir: https://eeliecee.wordpress.com/2016/09/29/kimi-no-na-wa-your-name-anime-based-on-real-life-locations/ Tratando-se de um romance, é completamente previsível que os protagonistas venham a se apaixonar, e que este seja um amor praticamente impossível – uma vez que eles geralmente estão em corpos trocados e a quilômetros de distância – mas existem muitos outros elementos imprevisíveis no enredo que o tornam inesperadamente agridoce (não consigo pensar em uma palavra para melhor definir a situação sem spoilers). Enfim, o espectador repentinamente se vê diante de uma trama que prende seu fôlego do meio até o final, em uma rede de mistérios, encontros e desencontros que aos poucos vão fazendo sentido em uma história que sem dúvidas tem a habilidade de encantar pela sensibilidade e sincronia, além da maravilhosa trilha sonora que a acompanha.



Veja abaixo o trailer de “Kimi no na wa” (Your Name) – Clique em ativar legendas




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page