top of page

Uncharted – Fora do Mapa



A promessa da franquia em uma nova mídia.

O filme é dirigido por Ruben Fleischer, adaptando a grandiosa franquia de jogos Uncharted que havia sido prometida pela Sony Playstation desde 2008. Quando o filme foi finalmente anunciado, os fãs do jogo ficaram ansiosos para esse momento. Confira o trailer:


Já de inicio devemos separar a ideia de que o filme teria que ser feito apenas para os fãs dos games, ele também precisa ser apresentado para um novo público, que não esteja acostumados a consumir mídias do console. Afinal, ninguém vai investir uma fortuna na produção esperando que ela agrade apenas um nicho de pessoas: se está indo para os cinemas, a ideia já é alcançar um número muito maior de pessoas. 

O elenco principal é formado por Tom Holland como Nathan Drake, Mark Wahlberg como Victor Sullivan e Sophia Taylor Ali como Chloe Frazer. O trio principal foi estabelecido nesse filme já com um pensamento a longo prazo para uma possível franquia para que o novo público, conhecendo os nossos heróis, acompanhe o amadurecimento dos personagens assim como foi idealizado no game. O problema é que o filme que não trouxe um interesse ou relação que nos faça apegar àqueles personagens, mas foca muito em uma aventura inspirada em histórias pulp, como Indiana Jones e até mesmo um pouco de A Lenda do Tesouro Perdido diverte o espectador.

O jovem Nathan Drake interpretado por Tom Holland é recrutado por Victor Sullivan (Mark Wahlberg), para participar de uma perigosa busca do maior tesouro nunca encontrado e antagonizando temos Santiago Moncada (Antonio Banderas) que também envolve pistas para o paradeiro do irmão perdido de Nathan.

A partir daí temos grande momentos de ação que procura mostrar uma historia de origem com flashbacks e fazendo referências ao mundo dos games mas com o jovem Nathan Drake pouco inspirado no original e sem contar no personagem de Victor Sullivan que está totalmente descaracterizado na performance de Wahlberg. Podemos dizer que, ao se inspirarem apenas nas grandes cenas de ação, muitas coisas são mal aproveitadas e poderiam ser melhor conduzidas, dado o orçamento do filme e quem está por trás da direção. Ainda, os resquícios de um humor ácido dos personagens centrais vai fazer com aqueles que conhecem os games lembrarem que ali estão Nathan e Sullivan.

Outro ponto que vale ser ressaltado é a classificação do filme (+12), uma vez que não traz muita violência e acaba se distanciando das obras originais, que focavam muito na ação frenética e mais adulta. E vale citar que a trilha principal do game , que é sensacional, está presente no filme.

Meu conselho é: ASSISTAM. Porém saibam que foi um potencial do universo de Uncharted desperdiçado e para os fãs dos jogos chega a ser frustrante. A intenção parece ser lançar uma sequência, uma nova franquia para os cinemas desenvolvendo o amadurecimento dos personagens (algo que fica claro em uma cena pós créditos) mas esse filme não é das melhores adaptações de jogos que você vai ver nas telonas. Ah, não é um filme com 3D (então isso pode interferir na hora de comprar seu ingresso para uma sala especial). Fique atento que existe uma cena no meio dos créditos finais. 

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


bottom of page