top of page

The Wilds: um novo Lost?

The Wilds (Vidas Selvagens) estrou no AmazonPrime em 11 de dezembro e por contar a história de garotas perdidas numa ilha deserta após um acidente aéreo, as comparações com Lost são inevitáveis. Bem meus caros, se você espera isso dessa série preciso te avisar que você vai cometer um grande erro.

Segundo a sinopse: The Wilds acompanha um grupo de meninas adolescentes que sofre um acidente de avião e acaba preso numa ilha deserta. Com origens diferentes, elas precisam lutar para sobreviver nesse lugar inóspito, sem desconfiar que, na verdade, estão fazendo parte de um experimento social bastante elaborado. Enquanto aprendem a conviver umas com as outras, seus segredos e seus traumas vêm à tona.

Então é um seriado teen exatamente com essa pegada. Não espere questões existenciais ou outras mais profundas que Lost propunha. Aqui estamos falando de garotas que por muitos dias estavam usando coca cola diet pra matar a sede numa ilha deserta repleta de recursos naturais.

Fatin (Sophia Ali), Dot (Shannon Berry), Martha (Jenna Clause), Rachel (Reign Edwards), Shelby (Mia Healey), Nora (Helena Howard), Toni (Erana James), Leah (Sarah Pidgeon) e Jeanette (Chi Nguyen) estavam no mesmo voo, que misteriosamente caiu no mar próximo a uma ilha inabitada. Nem todas elas se conheciam da escola mas todas possuem um motivo interessante para ter parado ali naquele voo (que tinha como destino um projeto de tratamento para “garotas problemáticas”).

A história é contada em três linhas temporais que alternam entre o tempo na ilha, a fase antes da ilha e a parte após a ilha. Geralmente cada episódio é dedicado a uma personagem e em todas as linhas, há um elemento que vincula os períodos na vida de uma mesma personagem. Não é um recurso de narrativa novo mas isso não é problema, essa dinâmica funciona bem.

É uma série rasa mas que se esforça para tratar com maturidade temas como problemas psicológicos ou psiquiátricos, frustrações, homofobia, religião e aceitação.  Porém, como a série se denomina “teen” e não tem a proposta de ser um novo Lost, acredito que trabalham esses temas até bem.

As atuações, pra mim, deixaram um pouco a desejar mas parece que no decorrer dos episódios e até pelos caminhos narrativos, isso melhora um pouco.

Apesar de não ter segunda temporada confirmada, a esperança é que se ela rolar, esses probleminhas sejam corrigidos e a série fique bacana de verdade.

A AmazonPrime disponibilizou o primeiro episódio completo no Youtube. Confere lá e vê se te anima:

https://www.youtube.com/watch?v=oY6O43hEny8&ab_channel=AmazonPrimeVideoBrasil

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page