top of page

Space Jam: um mergulho pelo Warnerverso

Tive a oportunidade de conferir em primeira mão o novo lançamento da Warner e vou compartilhar com vocês todas as minhas impressões do filme, sem trazer spoilers.

25 anos após disputar o jogo do século ao lado de Michael Jordan, os Looney Tunes estão de volta às quadras para encarar um novo desafio: dessa vez, a missão é ajudar o astro da NBA Lebron James a resgatar seu filho Dom, que foi sequestrado pelo algoritmo maligno da Warner Bros.



Quando soube que esta sequência estava sendo desenvolvida, meu maior receio era que o filme acabasse sendo mais do mesmo e não apresentasse nenhuma novidade além da adição de Lebron. Porém Warner acertou em cheio ao apelar pro humor de referência (que é o que salva o filme), disponibilizando todas suas propriedades intelectuais para o roteiro brincar à vontade em cima de referências tanto ao universo dos Looney Tunes quanto ao próprio universo Warner. Então, se prepare para ver piadas excelentes sobre universo DC, GOT, Mad Max, Matrix e outros tantos clássicos da Warner, sem contar as centenas de personagens clássicos espalhados pela torcida.

A base da trama lembra bastante a do primeiro filme, porém com algumas atualizações que acabam fazendo o filme funcionar melhor e ser mais divertido que o primeiro. Contudo, em alguns momentos o roteiro usa de alguns recursos fracos e mal explicados para dar segmento à história, o que não é algo que prejudica a experiência mas poderia ter sido melhorado.

Um ponto positivo é que dessa vez os Looney Tunes são mais bem utilizados, tendo até cenas inteiras focadas em determinados personagens. Outro aspecto interessante, e que funcionou bem, foi a transição dos personagens de 2D para 3D, que acontece em determinado momento do filme criando uma ponte com o filme antecessor.

Com relação ao trabalho de atuação de Lebron, dá pra dizer que está num nível aceitável – até porque ele não é um ator profissional – e a interação dele com os personagens é infinitamente melhor que a de seu antecessor, que a todo momento parecia estar olhando pro nada.

Apesar de ter um roteiro raso e preguiçoso, Space Jam: Um Novo Legado cumpre seu papel de ser uma aventura pra toda família. Ouso dizer que o filme vai agradar mais aos adultos do que as crianças já que cerca de 80% das referências e easter eggs presentes no longa se tratam de obras mais familiares aos adultos do que as crianças e jovens da geração atual. Mesmo assim é muito bom poder ver estes personagens tão queridos de volta às telas com a mesma intensidade e insanidade que nos passavam em seus tempos áureos.


Podem vir outras milhares de gerações de desenhos animados, mas os clássicos nunca vão perder seu valor e seu lugar!

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page