top of page

Planeta Dos Macacos: O Reinado | Uma crítica à religião e política

Saudações queridos nerds! 'Planeta dos Macacos: O Reinado' estreia no dia 09 de maio de 2024 e traz em seu roteiro uma crítica incrível à religião e à politica.


Com a morte de Caesar no filme anterior, no novo longa acompanhamos a trajetória de Noa em sua descoberta sobre a vida e em como o mundo funciona.


Já conferimos o filme e venho aqui para trazer a vocês uma crítica SEM SPOILERS do novo longa da 20th Century Studios, dirigido por Wes Ball.


Planeta dos Macacos: O Reinado - Águia

A jornada de Noa

'O Planeta dos Macacos: O Reinado' se passa muitas gerações após a morte de Caesar, sendo assim, toda a história que acompanhamos, se tornou uma história, passada de geração a geração.


Assim como as religiões que existem no mundo, muitos acabam distorcendo as palavras que foram ditas para o seu próprio benefício e outros acabam criando as suas próprias leis e religiões e com os macacos não foi nada diferente.


Noa faz parte de um clã que se conecta com a natureza, principalmente com as águias, onde criaram suas próprias leis e costumes e evitam ao máximo ficar próximos dos humanos, que chamam de "Eco" e o clã nunca teve acesso às ideologias de Caesar. Até mesmo o vocabulário do clã é mais primário.


Quando Noa parte para uma jornada para salvar o seu Clã dos guerreiros de Caesar, ele acaba descobrindo que os pensamentos e a história de Caesar eram muito diferentes do que o clã que se dizia seguidor dele e isso expande sua mente, fazendo com que conheça melhor a sua história no mundo.


Planeta dos Macacos: O Reinado - Proximus Caesar
O conhecimento leva à (des)ordem

Nos três primeiros filmes da saga, percebemos que Caesar criou uma sociedade forte, com os pensamentos e instintos primatas misturados com um pouco de racionalidade, parecia que havia criado uma sociedade melhor que a dos homens.


Porém, com as futuras gerações, distantes de Caesar, alguns estudaram os livros e começaram a se inspirar em outras políticas, principalmente dominadoras, para conseguir alcançar seus objetivos.


Assim percebemos que, por mais que tente reescrever a história ou a política, ainda assim sempre haverá dominantes que usam seu povo, independente se seguem por vontade própria ou por serem minoria e não ter outra escolha.


Planeta dos Macacos: O Reinado - Cenario
Cenário e roteiro de O Planeta dos Macacos

A ambientação é maravilhosa, nos é entregue uma floresta verde, grande e linda, tão úmida que é possível até respirar o ar fresco e quando você olha bem, entre as folhagens, há escombros do que um dia foram prédios, shoppings e outras tecnologias criadas por humanos.


É possível ver a inversão dos papéis, onde antes o homem dominou a natureza, agora a natureza estava tomando tudo de volta.


Uma frase interessante dita pela humana no filme é que o mundo antes era dos humanos e eles tomaram, parando para pensar em toda a evolução, seja ela religiosa ou não, julgo que a jovem pode estar muito errada, mas deixarei para vocês refletirem também ao ver o filme.


Planeta dos Macacos: O Reinado - Personagens
O Planeta dos Macacos: O Reinado, vale a pena ver no cinema?

Sim, e muito. Talvez num IMAX possa não fazer muita diferença, pois é um filme um pouco mais parado, até poético de certa forma, então ter uma sala que dá um efeito realista aos sons para um filme com ação moderada, pode não ser uma experiência tão diferenciadora assim.


Mas ver tudo com nitidez vale muito a pena, a interação da atriz Freya Allan com o ambiente teve uma mistura de real e computação gráfica muito equilibrada, não trazendo estranheza para a cena e nem deixando muito artificial.


E é isso nerds! Aproveitem essa obra prima e viva cada descoberta e questionamento do mundo, seja deles ou o nosso, junto com Noa.


Um forte abraço e que a Força esteja com vocês!


Planeta dos Macacos: O Reinado - Banner

Comments


bottom of page