top of page

Os Segredos de Dumbledore: Mais ação para o mundo bruxo de J.K. Rowling

Saudações queridos nerds!

Desde o lançamento de Animais Fantásticos e Onde Habitam (2016) conhecemos melhor o mundo bruxo e como ele funciona, indo bem além de Hogwarts.

A sua continuação, Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald (2018), não foi um dos favoritos do público, tornando as expectativas baixas para o terceiro filme da saga: Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore (2022).

Animais Fantásticos 3 | Fênix voa para Hogwarts em novo pôster do filme -  TechNews Brasil

O Grande Diferencial

Sim, meus queridos, o terceiro filme da saga trouxe algo muito aguardado: AÇÃO!

Qual de nós nunca sonhou em ver uma batalha de bruxos lançando poderes contra o outro rapidamente com o saque rápido de suas varinhas?

Na saga de Harry Potter, como são iniciantes, ainda precisam falar suas magias antes de lançá-las e ficam limitados a problemas escolares ou aos arredores de onde moram.

Já a saga de Animais Fantásticos aborda os problemas mágicos e não mágicos no mundo, permitindo maiores ações, magias e aventuras mais complexas.

Elenco Diversificado

Sabemos que o elenco das recentes produções são mais diversificados, com etnias e gêneros diferentes.

Os Segredos de Dumbledore foi além, abrindo oportunidades para atores de outras nacionalidades como o dinamarquês Mads Mikkelsen (que interpretou Grindelwald), o alemão Oliver Masucci (conhecido pela série Dark da Netflix) e a brasileira Maria Fernanda Cândido (famosa atriz brasileira e ex-modelo).

Ver que o mercado cinematográfico está abrindo as portas para atores de outras nacionalidades, gera uma alegria muito grande.

Mesmo que as falas de alguns sejam pequenas, temos vários exemplos de brasileiros que começaram com pequenos papeis e hoje está crescendo no mercado internacional.

Monstros Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore | Conhece as personagens |  MHD

História Envolvente

Diferente do segundo filme da saga, Os Segredos de Dumbledore conseguiu trazer uma trama envolvente. 

Claro que alguns momentos são super previsíveis, já que J.K. Rowling sempre faz o bem vencer o mal. Mas nesse filme foi preciso criar o enredo de uma forma que os personagens também não podiam saber de tudo, o que ficou interessante.

Levando para o lado geek, o filme se parece muito com uma aventura de RPG, onde cada membro do grupo tem a sua função que será importante para a conclusão da aventura.

O mais legal é que cada um recebeu uma tarefa diferente sem que o outro soubesse, pois o inimigo só é atingido com alguma ação surpreendente. Mas não é nada surpreendente para quem está assistindo.


Conclusão

Para um filme repleto de magia, os efeitos especiais deixaram a desejar.

Tudo bem que estamos falando de um universo totalmente ficcional, mas já vimos outros filmes onde os efeitos eram melhores trabalhados, até mesmo da saga Harry Potter que foi produzida desde 2001.

Fora isso, é um filme mais divertido e com mais ação em comparação ao segundo da saga de Animais Fantásticos. Vale a pena viver esse momento do universo bruxo de J.K. Rowling.

Um abraço e que a Força esteja com vocês.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page