top of page

GARFIELD Fora de Casa | Filme retrata a importância de lidar com seus traumas

Saudações queridos nerds! Garfield: Fora de Casa, que estreou esse mês nos cinemas, traz uma história de enredo rápido mas com um grande aprendizado.


Quem dá voz ao nosso amado gato laranja é Chris Pratt e também contamos com o talento de Samuel L. Jackson dando voz ao pai desaparecido de Garfield.


Nesse longa, os bichanos e os adultos, precisam lidar com traumas de seu passado e usaram um enredo extremamente simples para desenvolver o tema.


Então vem comigo que vou explicar tudinho e claro SEM SPOILERS.


Garfield Fora de Casa - Lasanha
Garfield como sempre o vimos

O amado gato que odeia segundas-feiras conquista corações desde 1978 e o longa que estreia nesse ano, de 2024, traz um traço semelhante ao dos quadrinhos e desenho animado.


Ao optarem por não misturar pessoas de verdade com animação, ganha-se uma liberdade narrativa para criar situações cômicas, com expressões exageradas acompanhadas de falas e ações que teriam um resultado bem diferente aplicado no mundo real.


Porém, algo muito legal foi acrescentado: a tecnologia de 2024, pois agora Garfield consegue pedir suas comidas e comprar poltronas pelo celular e poder assistir uma boa programação na Gatoflix.


Garfield Fora de Casa - Amigos
Garfield lidando com os traumas

Não apenas Garfield, mas muitos personagens nesse longa, possuem traumas do passado, seja por abandono ou por sonhos frustrados.


E a linguagem dos personagens sobre o "tratamento" desses traumas é extremamente clara e usam uma linguagem muito usada na internet por terapeutas e psicólogos, que falam sobre se conhecer e aceitar as coisas como são para conseguir ter uma vida melhor ou para conseguir seguir adiante.


Garfield Fora de Casa - Filhote
História óbvia com um enredo preguiçoso e enrolado

Infelizmente o enredo não fluiu bem, pois tiveram cenas longas em que nada acontecia ou nem mesmo acrescentava algo ao roteiro.


Em um momento, um animal aparece e diz que pode ajudá-los em um plano, para explicar o plano, foi gasto muitos minutos de filme em algo que poderia ter sido mais rápido e engraçado, pois quando havia uma piada, infelizmente gastavam muito tempo nela, até ficar cansativa de ser discutida ou vista.


E foi isso que foi acontecendo com Garfield, se tornando cansativo gastando a mesma piada por longos minutos. Ao usar essa abordagem, parece que tais cenas foram acrescentadas porque precisavam cobrir o tempo mínimo de filme, pois mesmo assistindo a todo o filme e um pouco dos créditos, ficou parecendo uma história muito curta e de fácil resolução.


Garfield Fora de Casa - Pai e FIlho e Odie
Vale a pena ver no cinema?

Se precisar levar as crianças para uma distração, sim!


Garfield: Fora de Casa, não é um filme que promete altas bilheterias pela sua história, mas pode conseguir um bom número pela nostalgia, pois conseguiram ser bem fieis aos traços e comportamentos do que vimos nos quadrinhos e tirinhas.


E é isso nerds, que vocês possam divertir com Garfiel e seu leal companheiro Odie em uma aventura inédita do gato doméstico mais preguiçoso do mundo, tendo que se virar fora de casa!


Um forte abraço e que a Força esteja com vocês!


Garfield - Fora de Casa - Banner

Comments


bottom of page