top of page

‘Encanto’ da Disney – Uma crítica à Sociedade das Aparências

Saudações queridos nerds!

Que tal falarmos um pouco sobre a nova obra da Disney, Encanto? O filme conta a história da família Madrigal, que foi abençoada com dons para ajudar e proteger a cidade de Encanto. Mas Mirabel foi a única da família que não recebeu um dom especial, fazendo com que ela se sinta levemente excluída pelo restante da família.

A história é inspirada na cultura Colombiana, com suas músicas, cores, estilos, nomes, fisionomia e culinária. É um filme musical com letras que conseguem te envolver na história, são rápidas, dinâmicas e de um ritmo muito dançante e agradável.

Mas o que quero trazer aqui hoje é sobre a mensagem que o filme trouxe, de forma extremamente sutil, que foi uma crítica à Sociedade das Aparências.

O que é a Sociedade das Aparências?

A Sociedade das Aparências era algo já estudado há séculos atrás, mas que se destaca bastante na era atual, onde as redes sociais nos dão muitas ferramentas para colocar esse tipo de comportamento ainda mais em evidência.

Mas Paula, o que isso tem de relação com o Encanto? Tudo!

A Abuela, a matriarca da família, após a trágica e heroica morte de seu marido, foi abençoada com uma casa e proteção. Como recompensa, seus filhos ganharam dons únicos e isso também foi herdado na segunda geração da família, com Mirabel, suas irmãs e seus primos.

Cada membro da família Madrigal, com seu dom, ajuda a comunidade, fazendo serviços e mantendo o orgulho da família. Mirabel, sem dom, se mantém alegre e positiva, fazendo o possível para ajudar a família e trazer orgulho pra ela à sua maneira.

Porém, Abuela a mantém mais excluída dos eventos familiares, pois ela é a “falha” da família Madrigal, que até então é uma família abençoada, perfeita e generosa. E isso aconteceu também com Bruno, o tio de Mirabel, que ao prever coisas tristes, acabou se tornando uma “praga” da família.

Com o decorrer do filme, você percebe o quanto todos vivem das aparências devido à rigidez da Abuela e dos ensinamentos que ela passa para suas gerações. Abuela mostra para a sociedade que sua família é boa e perfeita e que os dons são feitos para trazer o melhor a todos.

Mantendo as Aparências

Luisa, a irmã mais velha de Mirabel, tem o dom da super força, porém ela se sente pressionada o tempo todo por ter que aguentar todos os fardos, ela acha que se ela não aguentar, ela se torna uma ninguém. Ou seja, que ela só é útil e reconhecida devido à sua força, por isso ela sempre faz com um sorriso no rosto e mostrando confiança, mas no fundo o estresse a consome por inteiro.

E não é só a Luisa que passa por isso. Também temos a Isabela que tem que ser a filha perfeita e a própria Mirabel, que mostra para a sociedade como ela é feliz e que ela não se importa de não ter um dom, mas na verdade dói muito pra ela ver que ela é a única que não se encaixa na família, que ela tem uma tristeza que consome ela diariamente por causa disso, que ela só queria que Abuela a enxergasse, como ela é especial, mesmo sem dom.

E é aí que está a Sociedade das Aparências, um lugar onde a essência da pessoa pouco importa. Onde você deve construir “para oferecer uma fachada impressionante, em vez de fornecer um espaço para viver”, como escreveu Watts.

E Encanto é sobre isso. Um filme sem vilões físicos, onde o vilão na verdade é a busca por manter as aparências. E a jornada de Mirabel é trazer a essência de cada um de volta, fazendo-os perceber que a aparência não é e não deve ser o mais importante.

E é isso nerds! Recomendo demais essa nova animação da Disney, cheia de músicas envolventes e cores alegres. As músicas são bem modernas e dá vontade de “bailar” todas!

Um abraço e que a Força esteja com vocês!

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות


bottom of page