top of page
  • Foto do escritorYzza

Eduardo e Mônica

Inspirado na famosa canção de Renato Russo do grupo brasiliense Legião Urbana, o filme tem direção de René Sampaio, produção de Bianca de Felippes e conta com elenco de peso com Alice Braga, Gabriel Leone, Otávio Augusto, Juliana Carneiro da Cunha e outros. Estreia no cinema em 06 de Janeiro de 2022.

O filme conta a história de Eduardo, um jovem de 16 anos com uma vida comum de um adolescente em meados dos anos 80 que vive com o avô, um ex-militar, frequenta a igreja e o cursinho pré-vestibular. Acompanhando o amigo Inácio em uma “festa estranha”, Edu conhece Mônica, uma estudante de medicina que acabou de perder o pai. A partir de então o relacionamento dos dois vai se construindo.

Um ponto interessante é que a adaptação não encena de maneira literal a letra da música, embora seja possível identificar alguns versos com precisão, fazendo uma releitura criativa do romance de Eduardo e Mônica. Outro ponto curioso do filme é que ele se passa na década de 80, antes do advento das tecnologias móveis, como celulares e smartphones, e é possível perceber como os relacionamentos aconteciam e as dificuldades de comunicação que enfrentavam.

Destaque para a caracterização, que fez um ator adulto (Gabriel Leone) convencer no papel de adolescente -um problema que já comentamos em outros posts-, e para os figurinos geniais de Valeria Stefani, que conseguem definir cada etapa da vida e da carreira de Eduardo e também de Mônica. A fotografia do filme impressiona pela beleza.

A trilha sonora passa por, obviamente, Legião Urbana e também Titãs, Caetano Veloso, Joy Division, Bonnie Tyller, entre outros.

A única crítica negativa que tenho ao filme é a diferença de idade entre a atriz que interpreta Mônica e a personagem Eduardo: Alice Braga tinha aproximadamente 35 anos quando interpretou Mônica, fazendo par romântico com uma personagem de 16 (ainda que o ator tivesse por volta de 25 anos).

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page