top of page
  • Foto do escritorYzza

Doctor Who: Por Onde Começar?

Doctor Who: Por Onde Começar

No dia 8 de maio o ator Ncuti Gwata, mais conhecido por seu papel em Sex Education, foi anunciado como o próximo intérprete do Doutor em Doctor Who. Com o anúncio, a série ficou em evidência, permanecendo entre os assuntos mais comentados nas redes sociais e atraindo um novo público.

Doctor Who é um clássico da TV britânica e da ficção científica. A série estreou em 1963 e já tem 26 temporadas, com 870 episódios. A duração e quantidade de episódios assustam e geram dúvidas: o que é Doctor Who? Por onde começar? Onde assistir?

Doutor Quem?

O Doutor (ou a Doutora) é um turista. Ele veio do planeta Gallifrey, mas passa boa parte dos seus dias por aqui. Doutor não é seu nome verdadeiro: seu nome é impronunciável, e por isso ele usa o título de Doutor. Mas em alguns momentos ele utiliza o pseudônimo John Smith (um nome bastante comum no Reino Unido, como João da Silva, se fosse no Brasil).

The Doctor (Doctor Who) - Wikipedia

Quando o Doutor recebe um dano e fica à beira da morte, ele se regenera em um outro corpo. Sua personalidade muda, mas ele continua a mesma pessoa. É complicado explicar, mas fácil de absorver quando se assiste. Gosto de pensar assim:  tem dias que acordo de bom-humor, tem dias que acordo irritadiço e implicando com tudo, mas sempre sou eu. Ele é assim também, mas com “vidas” distintas ao invés de dias.

Nas palavras do Décimo Doutor: “Todos mudamos, se você parar para pensar. Somos pessoas diferentes durante nossas vidas. E está tudo bem, isto é bom, você tem que continuar indo em frente, contanto que sempre se lembre de todas as pessoas que costumava ser. Não vou esquecer nem uma linha disso. Nem um dia. Juro. Sempre lembrarei quando o Doutor era eu.”

A TARDIS

O Doutor turista não só pelo espaço, mas também pelo tempo. Isto porque ele viaja em uma nave chamada de TARDIS que pode se mover no tempo e no espaço. Na realidade, ela não voa -ou não deveria voar-, mas desaparece de um lugar e aparece em outro.

New 'Doctor Who' TARDIS Has Reverted Back to an Earlier Version

A TARDIS é maior por dentro que por fora, embora durante toda a série a gente praticamente só veja do interior a sala de comando. Ela teria a capacidade de se camuflar no ambiente, tomando a forma de qualquer coisa que a fizesse “se esconder bem a vista”. Mas por um defeito no Circuito Camaleão, a TARDIS do Doutor está travada na forma de uma cabine de telefone da polícia inglesa dos anos 60.

Apesar de parecer uma máquina, a TARDIS é um organismo vivo.

A série

Eu penso em Doctor Who não como ficção científica ou fantasia, mas como contos de fadas. Em contos de fadas tempos arquétipos: a princesa é a Princesa, o rei é o Rei, a bruxa é a Bruxa. As personagens aparecem em várias histórias e são as mesmas. São quase atores interpretando um papel. Em Doctor Who não importa o ator, o Doutor sempre será sempre o Doutor. Nós chegamos até a terra muito, muito distante na TARDIS. Lá, sempre há um problema. E normalmente o Doutor resolve este problema. Há episódios de gêneros bem distintos (terror, romance histórico, fantasia, comédia, etc, tem de tudo), mas a estrutura costuma ser a mesma. E sempre dá para voltar para a série. Não importa quanto tempo tenha se passado, o Doutor sempre está nos esperando para nos levar para novas aventuras.

Um dos temas principais de Doctor Who são histórias. O Doutor não busca se tornar alguém especial (todo mundo é especial), nem ganhar novos poderes. Ele só quer vivenciar os mundos e as pessoas, explorar e aprender, e muitas vezes a viagem é mais gostosa se temos companhia.  Por isso é comum que ele tenha “companions“:  pessoas (humanas ou não) que o acompanham pelo tempo e espaço.

Doctor Who: Por Onde Começar?

E por onde começar? É bom deixar claro que não há um jeito certo ou errado de assistir. Um jeito de assistir (o mais tradicional, eu diria) é começar de um ponto qualquer e continuar dali. Novas regenerações costumam ser bons pontos de entrada.

Outra alternativa é começar com o “revival”. A série de 2005 (atual) fez um reboot leve na franquia. Ela trouxe um novo Doutor, um novo ponto de partida (a Guerra do Tempo, ou Time War) e introduz vários elementos da série de forma gradual, como os vilões Daleks e Cybermen. 

Uma terceira alternativa é começar pela Décima Terceira, a Doutora atual. A Décima Terceira trouxe um novo produtor executivo que continua sendo o responsável pela série, então o “clima” da série deve ser mais parecido com o da próxima temporada.

Ou você pode também, ao invés de pular em um oceano de informação, começar só molhando o pé. Ver como é, ver se faz seu estilo, se é algo que você quer assistir mesmo.  Para isso, vou recomendar alguns episódios que podem ser vistos fora de ordem, com boas histórias ou que são de gêneros interessantes, que são bons representantes de como são certos Doutores ou que apresentam elementos famosos da série.

Episódios Recomendados

Nono (Christopher Eccleston)

Dalek (S01E06)

Por que assistir? Daleks!

Este é o episódio que apresentou os Daleks a uma nova geração. Os Daleks são alienígenas que se parecem com saleiros e são os principais vilões da franquia. Eles foram criados para refletir a ameaça nazista. Infelizmente, continuam atuais. Este episódio mostra muito do pior lado da personalidade do Nono (um veterano de guerra responsável por dois genocídios). Além disso, os Dalek aparecem em toda temporada, cada vez em maior número ou em condições mais adversas, mas este episódio mostra como um único Dalek já representa uma ameaça gigantesca.

Doctor Who" Dalek (TV Episode 2005) - IMDb

Décimo (David Tennant)

Blink (S03E10)

Por que assistir? Weeping Angels! 

Doctor Who tem seus muitos episódios de terror. Blink é um dos melhores. Os weeping angels são alienígenas que se parecem estátuas. Isso, por si só, já é perturbador, mas eles só se movem quando você pisca. Pisque, e você está um passo mais próximo de um anjo.

Doctor Who" Blink (TV Episode 2007) - IMDb

Décimo Primeiro (Matt Smith)

Vincent and the Doctor (S05E10)

Por que assistir? Vincent Van Gogh!

Viajando pelo tempo e espaço o Doutor frequentemente se encontra com pessoas famosas. O encontro com o trágico pintor holandês pode não ser historicamente preciso, mas é com certeza um dos episódios mais emocionantes e a maior homenagem que já vi ao Van Gogh. Há um enorme respeito por ele, uma exaltação à beleza da arte e ao poder que ela tem de nos conectar, e ainda lida de maneira respeitosa com doenças mentais.

Doctor Who" Vincent and the Doctor (TV Episode 2010) - IMDb

Décimo Segundo (Peter Capaldi)

The Pilot (S10E01)

Por que assistir? TARDIS

O primeiro episódio da décima temporada mostra a relação entre o doutor e uma nova companion: Bill Potts (que na minha opinião é a melhor companion). Ainda explica um pouco sobre quem é o Doutor e a TARDIS de uma maneira divertida, enquanto eles tentam resolver um enigma assustador.

Décima Terceira (Jodie Whittaker)

Rosa (S11E03)

Por que assistir? Rosa Parks

Rosa Parks foi a mulher negra que se recusou a ceder seu lugar no ônibus para uma pessoa branca durante o apartheid nos Estados Unidos, se tornando um símbolo de resistência. Nesse momento da série, a Doutora tem dois companions não-brancos e a questão racial é muito forte na série. Também é importante pelos paradoxos da viagem no tempo, quando o viajante não pode interferir na história, pois poderia comprometer a História e até mesmo sua própria existência. 

Rosa. Eu não sou de falar "eu avisei", mas…… | by Victor Costa | Medium

Infelizmente, só a 13ª temporada está disponível, nas versões dublada e legendada, em streaming pelo GloboPlay. A 14ª provavelmente sairá pelo mesmo serviço. Quem se interessar pelas temporadas anteriores terá que correr atrás dos DVDs. Se você estiver no Reino Unido, pode assistir pelo site da BBC.

Post escrito em conjunto com Heider Carlos

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page