top of page

CRÍTICA: As Aventuras de Tadeo 2 – O Segredo do Rei Midas

A animação espanhola chega aos cinemas nessa quinta feira dia 21 de Dezembro de2017, como mais uma opção de entretenimento para a criançada nas ferias.  As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas, volta a seguir as aventuras do estudante de arqueologia Tadeo e da professora Sara.

A animação conta com personagens simples no seu desenvolvimento na trama e com um roteiro sem muitas pretensões,  visivelmente destinado às crianças mais novas e com algumas piadas ou referencias que irão fazer sentido apenas para os adultos que provavelmente estarão acompanhando os filhos no cinema. As partes de humor do filme giram em torno da múmia e dos animais de estimação dos personagens Tadeo e Sara.

O Longa é construido em cima do romance ao evidenciar logo nas primeiras cenas o desejo de Tadeo de firmar um relacionamento com a arqueóloga Sara que viaja pela Europa em busca de templos que podem levar às peças que formam o amuleto do lendário Rei Midas. Ao encontrar uma das peças chaves para descobrir a localização das peças do amuleto ela no entanto se torna alvo nas mãos do vilão Jack Rackham (Miguel Ángel Jenner).

O filme conta com pontos positivos  quando consegue apresentar dados históricos como quando narra a historia do rei Midas que dá nome ao filme e o mitológico “toque de ouro” do rei, o que pode instigar a curiosidade e prender atenção das crianças, por outro lado deixa a desejar na pouca exploração da historia e dos personagens.

As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas é uma aventura Simples e infantil com alguns bons momentos.  As crianças irão se divertir com algumas cenas, porém, nada que as faça saírem empolgadas do cinema.


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page