top of page

Bruxas marcantes do cinema dos anos 80 e 90


E aí gente!

Pra não deixar o Dia das Bruxas passar em branco, preparamos pra vocês uma série de filmes sobre bruxas que marcaram nossa infância, seja por contar com personagens icônicos, animais falantes ou poderes sobrenaturais!

E se você ainda não conhece alguns desses filmes, tente relativizar a “regra dos 15 anos” e dê uma chance a eles! Pra mim, nenhum deles é datado, porém é mais porque tenho um carinho por todos eles e não consigo achar ruim de assistir!

1) Elvira: a rainha das trevas (1988) 




Esse filme é meu xodó … assistia quando criança e queria ser tão poderosa quanto a Elvira (até porque mal tinha idade para entender a parte sexualizada do filme).

Elvira, interpretada por Cassandra Peterson, chega em uma cidade pequena onde recebeu, de herança de sua tia-avó, uma mansão. Apesar dela sonhar em ir embora da cidade, se depara com problemas tão engraçadas (e pasmem: alguns até ATUAIS) que ela acaba ficando. Por exemplo, as famílias tradicionais da cidade acreditam que ela vai levar as crianças e jovens à pedição, pelo modo que ela se porta e se veste. Ela sempre usa decotes nada discretos, roupas justas, salto agulha e pra completar, tem um livro de feitiços. Sensacional! É mais pra comédia com humor negro.

Elvira será a Rainha das Trevas​ para todo o sempre! Bellatrix Lestrange tem que comer muito angu com feijão pra chegar aos pés de Elvira!

2) As bruxas de Eastwick (1987)




O filme tem também uma pegada de comédia e conta com três beldades que marcaram a época de 80-90 nos cinemas: Susan Sarandon, Cher e Michelle Pfeiffer.

Conta a história de três mulheres entediadas em Eastwick que sonhando com o homem ideal, fazem um feitiço para encontrá-lo. Daí surge um figurão, Daryl Van Horne, que coincidentemente é o homem desejado por cada uma das três amigas e então começa a satisfazer as fantasias delas e acaba iniciando uma confusão na cidade por causa disso.

3) Convenção das Bruxas (1990)




Outro filme sensacional e que deixou as crianças da minha época com medo de serem transformados em ratos!

O filme é focado em um garotinho que se hospeda em um hotel com avó. Brincando por todos os canto, descobre que uma Convenção das Bruxas está sendo realizada nesse hotel e que elas planejam transformar todas as crianças em ratos (e elas tem muito nojo de crianças, é hilário). Quanto flagram o garotinho espionando a convenção, não dá outra: transformam ele em rato sem pestanejar e ainda tentam pisotear o coitado.

Angelica Houston como a Bruxona Rainha está tão maravilhosa que honestamente eu acho que aquela mulher nasceu bruxa e só foi ela mesma nesse papel. Eu classificaria esse filme como terror (na época que assisti).

4) Abracadabra (1993)




Esse é um filme de comédia sensacional!

Originariamente chamado de Hocus Pocus, está mais para o gênero de comédia. A história ocorre em Salem onde um adolescente entra numa casa abandonada com a sua irmã e amiga e sem querer, desperta um grupo de três bruxas que moraram na casa. A única forma de derrotar essas bruxas é contar com a ajuda de um gato falante e o livro de magias (que elas devem roubas das bruxas para impedir que elas se tornem imortais).

Cada uma das bruxas tem uma personalidade peculiar e a gente se diverte demais com a interação delas. Os dentinhos da Winifred (Bete Midler) e as expressões que ela faz me fazem rir até hoje.

5) Jovens Bruxas(1996)




Esse é um filme com uma temática mais séria e quando eu assisti, já me imaginava adolescente andando de preto e fazendo essas coisas. Tirando a parte de ter mesmo poderes sobrenaturais, segui o script direitinho XD.

Uma adolescente (Neve Campbell, a estrela de filmes teen com pegada de terror dos anos 90) se muda de cidade e é a novata do colégio. Lá ela conhece três alunas que possuem o hobby de se dedicar à magia e ao ocultismo, possuindo fama de bruxonas estranhas entre os colegas. Aparentemente para o coven faltava a quarta integrante e elas começam a andar juntas, virando amigas e praticando magia juntas. Porém, com o grupo formado, as práticas ocultistas vão chegando a níveis bem maiores e despertando forças que nem elas imaginavam.

6) As bruxas de Salem (1996)




Se você curte mais filmes baseados em histórias e fatos reais, Bruxas de Salem é uma boa indicação. O filme é pesado e embora o enredo principal seja fictício, tenta mostrar um pouco do que tornou a cidade de Salem tão famosa na história estadunidense.

John Proctor é casado e tem uma amante, Abigail, porém decide romper com esse caso. Esse rompimento não agrada a jovem Abigail que reúne um grupo de outras jovens e lidera um ritual oculto, clamando pela morte da esposa de seu amado. Quando descobrem o ritual, as jovens são levadas a julgamento e, por puro azar, a eposa de John também é acusada de bruxaria e vai a julgamento junto com as outras.

Winona Ryder na pele de Abigail está tão interessante que esse filme me fez ter ódio da atriz por um bom tempo, e nem Edward Mãos de Tesoura ou Bettle Juice foram suficientes para voltar a gostar dela.

7) Da magia à sedução (1998)




Com Nicole Kidman e Sandra Bullock nos papeis principais, elas interpretam irmãs nascidas em uma família de bruxos, mas que tentam viver longe desse universo.

Uma irmã é muito habilidosa com essas artes enquanto a outra domina basicamente a persuasão (quando a magia falha). É uma comédia romântica porém mais focada na relação das duas irmãos e da bruxaria “soft” que elas praticam. Gosto bastante mas se você não é fã do gênero, não recomendo.

8) Bruxa de Blair (1999)




Bruxa de Blair se enquadra dentro do gênero terror e suspense e, pra quem viu na época, morreu de medo SIM. Pairava a lenda de que a história era real e que as filmagens foram encontradas demais, divulgando que realmente se tratava de um documentário. Esse mistério ajudou muito o filme a ganhar fama e inspirou outros filmes a irem pelo caminho do falso-documentário.

Foi também um dos filmes com a desproporcionalidade entre investimento e bilheteria: virou um fenômeno.

A história gira em torno de três jovens que decidem gravar um documentário sobre a lenda de uma bruxa na floresta de Maryland. Entrevistam moradores e ficam por dentro das lendas urbanas até que decidem adentrar na floresta e passar uns dias por lá, sem desligar a câmera quase nunca.

Embora sendo um falso documentário, as sensações vividas pelos atores foi real. Os diretores simularam toda a situação e os três protagonistas acreditaram mesmo que a bruxa existia. Ficaram isolados por 8 dias na floresta e passando pelos sustos pregados pela equipe – sem saber que era a equipe. Nem é difícil acreditar nisso: basta ver a expressão dos atores.

Curiosamente essa experiência acabou no dia do Halloween em 1997 e os dois atores saíram da floresta e adentraram numa cidade cheia de crianças fantasiadas e traumatizados com a experiência (o outro ator, que morreu primeiro, já estava de boas).

Bônus: Brumas de Avalon (2001)




Esse é outro xodó … o filme nem é tão bom assim porém como sou fascinada com os livros, acabei sendo embalada pela adaptação. Não é dos anos 80 nem 90 mas como a qualidade tá bem pros anos 90, acho justo ele entrar aqui.

O filme contra a trajetória de Morgana Le Fay (Morgana das Fadas), criada pela Rainha do Lago, sua tia, e descendente de uma família com tradições celtas muito fortes. Morgana é criada na Ilha de Avalon onde aprende muito sobre magia, até se tornar adulta e ter permissão para sair de Avalon e iniciar sua missão no Reino da Távola Redonda.

A adaptação explora algumas tradições muito legais, como o Festival de Beltane (o dia das bruxas das bruxas, por assim dizer). Historicamente esse festival está associado ao que deu origem ao Dia dos Mortos e ao Halloween que conhecemos hoje. Pela pegada, é bem legal de ver se você curte essas coisas celtas, wiccans e natureza. A trilha é embalada por Loreena Mckennit, o que é a cereja do bolo nessa adaptação.

E aí, o que acharam da nossa lista? Claro que você pode saber de algum filme de bruxa que não colocamos aqui. Nos conte qual!

© 2017 PaoGeekeijo

0 visualização0 comentário

Opmerkingen


bottom of page