top of page

Bridgerton: Porque fãs reclamaram da 2ª temporada

Saudações queridos nerds! Preparados para falar de Bridgerton?

Quem é ligado em séries, sabe que muitas delas têm abordado temas polêmicos e cenas constantes de sexo para chamar a atenção do público. Os resultados são óbvios, pois chama atenção de forma positiva e negativa, deixando-as sempre no topo de comentários.

Ao se tratar de uma série de época, no caso Bridgerton retrata a Era Vitoriana, muitos fãs já esperavam cenas picantes como na 1ª temporada. Adivinha: quase nada de sexo! E por essa razão muitos fãs começaram a reclamar enquanto assistiam aos episódios.

Mas isso atrapalhou a experiência de Bridgerton? Pode ter feito com que os fãs desistam de acompanhar?

Bridgerton final da 2ª temporada: Anthony fica com Kate? - Mix de Séries

Para descobrir, vamos analisar a 2ª temporada de forma profissional:

A diferença entre cenas sexuais e sensuais

Na 1ª temporada presenciamos muitas cenas sexuais, mas todas com algum motivo real, como a libertinagem de Anthony, a descoberta do prazer e da arte de Benedict e o casamento de Daphne Bridgerton.

Todas as cenas foram construídas de maneira que todos os envolvidos aproveitavam o momento, não foram cenas exageradas como Game of Thrones, por exemplo.

Você pode ler mais sobre o assunto em nosso review sobre a 1ª temporada e ouvir mais no podcast sobre a Cultura do Estupro no Universo POP.

Por que 2ª temporada de Bridgerton tem menos cenas de sexo? Explicação está  na própria história - Notícias Visto na web - AdoroCinema

No entanto, na 2ª temporada, Anthony Bridgerton, decide encontrar uma esposa. Sua fama libertina o persegue e ainda entendemos o porquê de seu comportamento frio e calculista.

Ao decorrer dos episódios presenciamos muitas cenas sensuais. A tensão entre os personagens acontecia pelo toque nas mãos, a respiração ofegante, a aproximação dos lábios, o cheiro no pescoço, o desejo no olhar…

Por que não se entregaram então? Simples: uma donzela da alta sociedade não se entrega de forma libertina na Era Vitoriana, como também aconteceu com Daphne e Simon na 1ª temporada. 

A diferença entre os casais? Daphne se casou no meio da temporada, Anthony tomou a decisão no final da temporada e as cenas sexuais só aconteceram após o casamento de ambos os casais.

Bridgerton” é sucesso de audiência em 76 países e deve atingir 63 milhões  de pessoas em um mês | GZH

A ausência do Duque de Hastings

Uma notícia que trouxe muita tristeza à muitos fãs de Bridgerton. Saber que Regé-Jean Page não teria participação na 2ª temporada. O motivo: o foco é Anthony e a aparição do Duque de Hastings tiraria a atenção da trama central. 

Daphne aparece em alguns episódios, em eventos familiares que torna justificável a ausência do Duque, já que ele nunca gostou de participar de tais festividades antes de se casar.

Uma escolha sábia da produção que só é compreendida ao longo da série, pois deu espaço para conhecermos o íntimo e os traumas do frio Anthony, que precisou assumir grandes responsabilidades em nome de sua família de forma muito repentina.


Construção narrativa

Por fim, a 2ª temporada de Bridgerton manteve sua essência, continuando a história de todos os irmãos e seguindo a ordem dos livros de origem. Afirmar se uma série é boa ou não apenas em seu conteúdo sexual, mostra que a pessoa é fã de um conteúdo específico e não da série específica. 

Para quem usa esse tipo de conteúdo para fazer essa definição, é preferível que busque sites de conteúdos que a agradam e não uma série que retrata a história de uma família da alta sociedade que não vive apenas para a libertinagem.

Uma vez que todas as atitudes dos membros da família geram consequências que atingem a família como um todo. É possível que outro irmão Bridgerton aborde mais do assunto, como Benedict por exemplo, que, seguindo a ordem dos livros, será o próximo a receber o foco na 3ª temporada, que vive uma vida muito mais liberal que seu irmão mais velho, por não ter tantas responsabilidades familiares.

Netflix divulga primeiro teaser da segunda temporada de Bridgerton

Abordagem de assuntos muito mais importantes

E é isso nerds! Mesmo com esses comentários precipitados, Bridgerton bateu seu próprio recorde na Netflix. A série traz em sua essência um questionamento feminino bem avançado, onde a mulher pode sim escolher ficar sozinha e quais são as consequências em sua vida social na Era Vitoriana.

Aborda um empoderamento feminino sem tirar a sua sensibilidade, sua personalidade e sem influenciar em sua sexualidade, seja qual for. 

A época de conflitos amorosos e viver em prol de conquistar um homem ou mulher já acabou em séries e animações. Então é preciso absorver a mensagem principal para entender porque ela é passada de uma certa maneira e não de outra.

Boa série, um grande abraço e que a Força esteja com vocês! 

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page